Ambiental

×

Error message

Deprecated function: Array and string offset access syntax with curly braces is deprecated in include_once() (line 20 of /var/www/algeco_pt/www/includes/file.phar.inc).

A caminho da Net Zero

Os nossos produtos juntamente com o modelo circular “Loops within Loops” apresentam benefícios ambientais inerentes, principalmente quando fazemos a comparação com a construção tradicional. No entanto, a nossa intenção é alcançar as zero emissões de carbono em toda a empresa e em toda a rede de logística e de distribuição.

Pode aceder ao Relatório de Sustentabilidade a qualquer momento. Descarregue o documento em PDF.

Atualmente, o objetivo de alcançar a Net Zero está planeado para 2050. Não obstante e à medida que vamos implementando algumas das ações previstas no nosso plano de ação para 2025, acreditamos que podemos mesmo antecipar essa data. 

Para além do caráter circular de “Loops within Loops” (reutilização, transformação e reciclagem das nossas unidades), participamos de forma proativa em ações de redução das emissões de CO2 e de poupança de energia em todas as nossas instalações.

Apesar dos nossos produtos já apresentarem um impacto ambiental mais reduzido, para conseguirmos cumprir com as expectativas a longo prazo é necessário analisar todas as atividades e procedimentos.

Reduzir o impacto ambiental é uma tarefa contínua e constitui uma parte fundamental do nosso programa de sustentabilidade, cada vez mais abrangente, com um elevado número de oportunidades de melhoria já identificadas.

Alcançar os nossos objetivos ambientais em direção à Net Zero

A nossa estratégia para as alterações climáticas baseia-se nas quatro temáticas do TCFD: Estratégia, Governance, Gestão de Riscos e Métrica.

Nem sempre os dados são acessíveis a empresas individuais e ainda existem problemas quanto à qualidade dos dados e dos métodos de cálculo. No entanto, os resultados da incidência das emissões de carbono para 2020 devem ser considerados como indicadores e também devem ser analisados de forma mais abrangente em termos de sustentabilidade no futuro. De forma a analisar a pegada de carbono, foi utilizado um produto típico do Grupo Modulaire, que é fabricado em França. Damos a conhecer as nossas emissões de carbono da seguinte forma:

Pegada de Carbono de GEE da empresa em 2020*

Emissões de âmbito 1* (13.269 tCO2e) e de âmbito 2* (9.436 tCO2e) da empresa totalizam 22.705 tCO2e. O equivalente a percorrer a Terra 3,400 vezes de carro.

O índice de intensidade de carbono é de 91 kg de CO2e por cada unidade do Grupo Modulaire.

O consumo de água da empresa é de 213.640 m3, equivale a 85 piscinas olímpicas.

São utilizados 48% das 41.037 toneladas de resíduos nos níveis mais elevados da hierarquia de resíduos.

Análise da pegada ambiental de um produto** típico do Grupo Modulaire em 2020

Ao longo das etapas A1-A5 (fornecimento, fabrico e transporte) são emitidas aproximadamente 200 kgCO2e/m2, comparativamente aos 700-800 kgCO2e/m2 da construção tradicional. Isto equivale a menos 73% de emissões de carbono em comparação com a construção tradicional.

As emissões durante a utilização (B1-B6) e até ao final da vida útil (C1-C4) somam 210 kgCO2e/m2.

Enquanto podemos determinar que a pegada de carbono durante toda a vida útil é de 410 kgCO2e/m2, é difícil determinar os detalhes correspondentes a uma construção tradicional similar devido à falta de referências que incluam dados de B6.

*O impacto empresarial da pegada de gases de efeito de estufa foi calculada de acordo com as Normas Corporativas de Transparência e Contabilização do WRI/WBCSD. Foram compilados dados relativos a energia, água e poluição em cada região para calcular a pegada de GEE de referência da empresa. *Fatores de emissão: Âmbito 1: Defra 2020. Âmbito 2: Média da rede (baseada na localização): Defra 2020 para o Reino Unido, base de dados do AIE 2020 para o resto dos países. Mistura residual (aplicada à energia não renovável segundo o método de mercado): «AIB (2020) European residual mix 2019» para todos os países europeus, incluindo o Reino Unido). Para os países fora da Europa, foi utilizada a média da rede do fator do AIE, na ausência de fatores de mistura residual publicados.

**O impacto ambiental da pegada do produto foi calculada de acordo com a norma EN 15978:2011. Unidade típica do Grupo Modulaire construída em França a partir da instalação de duas salas de aula em Advance 8000. Pontos de referência típicos para edifícios de educação baseados em Whole Life-Cycle Carbon Assessments Guidance (Londres, outubro de 2020). As estimativas de vida útil apresentadas nestas diretrizes não têm em conta a energia consumida durante a fase de utilização.

Promover melhorias ambientais para os nossos clientes

Ao mesmo tempo que o nosso modelo «Loops within Loops» promove a circularidade e a sustentabilidade nos nossos procedimentos, tentamos inovar de uma forma constante a funcionalidade e as especificações das nossas soluções modulares, para oferecer aos nossos clientes benefícios ambientais durante o tempo do seu uso. Tendo em conta que os edifícios geram mais de 18% das emissões de carbono a nível mundial, esta é uma área em que as nossas soluções podem ter um impacto significativo e que, devido à nossa estratégia de leasing e adaptabilidade, temos a possibilidade de atualizar regularmente as nossas unidades com as mais recentes inovações ambientais, de maneira a reduzir os resíduos e as emissões e a melhorar a eficiência energética.

Inovações que geram um impacto ambiental positivo:

  • Isolamento: Melhorias do isolamento térmico nas nossas unidades fazem com que os sistemas climatização sejam mais eficientes, o que se traduz num gasto de energia menor.

  • Iluminação: A substituição da iluminação para LED, a introdução da ativação por sensores e a opção de unidades com janelas maiores para uma maior iluminação natural estão a resultar numa redução de necessidades energéticas e num ambiente melhor para os nossos clientes.

  • Climatização: Através dos painéis solares, das unidades autónomas e da supervisão e controlo remoto, ajudamos a reduzir as necessidades de energia dos nossos clientes, proporcionando mais fontes de calor de baixo consumo.

  • Eletrodomésticos: Os novos eletrodomésticos aumentam a eficiência energética e reduzem em grande medida o consumo elétrico.

*(sem incluir o aquecimento e a iluminação B6 durante o aluguer) aproximadamente 350 kgCO2e/m2 comparativamente aos 900 -1 100 kg CO2e/m2 de uma construção tradicional.